Blog da Antecipa

Facebook
Facebook
Google+
https://www.antecipa.com/blog/2017/09/19/nadando-com-tubaroes-antecipa-no-shark-tank-brasil-do-sap-forum-2017">
LINKEDIN

Nadando com tubarões: Antecipa no Shark Tank Brasil do SAP Forum 2017

O dia a dia na Antecipa é realizar apresentações para CFO´s, tesoureiros, investidores institucionais e clientes. Normalmente essas pessoas possuem uma altíssima capacidade analítica e questionam cada detalhe da nossa solução.

Porém, poucas coisas foram mais emocionantes até hoje do que apresentar a Antecipa para os tubarões do Shark Tank Brasil, diante de mais de 4.000 pessoas, durante o SAP Forum Brasil 2017.

Um pouco da nossa história

A Antecipa participa do programa de startups da SAP, chamado SAP Startup Focus. O nosso cotidiano no programa é discutir a implementação da Antecipa no ambiente HANA e SAP Cloud Plataform.

Um dia aconteceu algo diferente O Franklin Bruno, juntamente com o Rodrigo Murad, comentou que dariam espaço para apresentar a Antecipa no SAP Forum, o maior evento da SAP no Brasil e o segundo maior no mundo. Eles não tinham decidido ainda o formato da apresentação, pois não queriam algo tradicional, mas lógico que topamos. Era uma oportunidade excelente e reforçaria a parceria entre as empresas.

Dois meses depois daquele comentário, chega a notícia: no lugar de uma apresentação tradicional, eles resolveram fazer uma sessão exclusiva do Shark Tank Brasil durante o SAP Forum para mostrar como é inovar na prática. A Antecipa e a Looqbox, empresa comandada pelo Rodrigo Murta, foram convidadas para fazer seus “pitches” (apresentação curta) na frente dos tubarões e seriam “atacados” por eles. Eu topei na hora. “There is no business like show business”.

O dia anterior

No dia anterior da apresentação, chegamos para o ensaio às 20h. Estavam lá o pessoal da produção do evento e da Sony Brasil.

A produção colocou os microfones, preparou as apresentações e nos mostrou as marcações no palco. Os roadies (assistentes da produção) fizeram o papel dos tubarões e começou o ensaio. Eu deveria entrar no palco quando meu nome fosse chamado e começar a falar quando baixassem a música tema do SharkTank.

Ensaio na noite anterior. Apresentando para os roadies.

Quando começou a música, as luzes e chamaram meu nome ao palco foi que senti a pressão do que seria apresentar para 4.000 pessoas pela primeira vez. Fiz o pitch teste e cometi alguns erros. O pessoal da Sony e da produção ajudaram a me acalmar. Nesta hora o Franklin Bruno foi super parceiro e essencial. Franklin Bruno já tem a carreira de ator e apresentador garantida, quem viu ele no palco vai concordar comigo.

Depois de mais dois ensaios fomos dispensados. Já tinha sido difícil o ensaio. Como seria entrar no palco no outro dia? Com 4.000 pessoas?

No tanque dos tubarões

Marcamos para nos encontrar às 10h, ao lado direito do palco para nos preparar. Às 9h40 eu estava em um Uber indicando que iria levar mais 18 minutos para chegar no local. O engarrafamento acabava justamente no local do evento. Era o público chegando e eu junto.

Eu tinha uma dúvida adicional e que me deixava muito preocupado. O pitch da Antecipa leva em torno de 5 minutos com um vídeo demonstrando a plataforma. Na regra do programa eu deveria apresentar em 3 minutos. O meu novo pitch iria funcionar? Ele nunca foi testado. Spread bancário, assimetria de informação, seleção adversa das plataformas atuais, risco sacado como complemento. Como transmitir tudo isso em 3 minutos?

Consegui chegar no backstage do evento em cima da hora. Colocamos e testamos os microfones e pediram para nos posicionarmos do outro lado do palco. Precisávamos atravessar a multidão, e ao sair dos bastidores vi o Flavio Pripas sendo entrevistado pela Cristina Palmaka. Somente reconheci o Pripas por causa do telão. O palco era imenso.

Flávio Pripas [Cubo] explicando a interação entre grandes empresas e startups.
4.000 pessoas

 

Momentos antes. Tudo pronto. Rodrigo da Looqbox, Franklin Bruno da SAP Brasil e Camilo Telles da Antecipa.

Estávamos a postos para a apresentação. Eu seria o primeiro a subir ao palco. Começou a música, os sharks entraram, me chamaram, entrei, baixou o som e comecei a entregar a apresentação em 3 minutos cravados. Acho que não respirei neste momento. Será que eles tinham entendido?

O pitch de 3 minutos funcionou 🙂

Começaram as perguntas, todas elas boas e consistentes. Eu estava bem mais tranquilo. Eles tinham entendido a proposta. O Caito me perguntando se funcionava para fornecedor na China, a Cris concluindo que a solução se tornava uma opção de investimento sem risco (nessa hora a plateia fez um ohhhhhh), a Camila me questionando com as questões financeiras, o Apolinário curioso em saber se tinha algum banco como sócio… as coisas estavam indo bem.

Em um momento os sharks começaram a perguntar ao mesmo tempo. Eu não sabia a quem responder e o Caito interrompe: “Fique feliz, está vendo essa confusão? É interesse. Agora você tem que decidir para quem vai responder primeiro”.

E depois?

Consegui dois novos clientes. O Apolinário e o Caito tiveram interesse na plataforma como usuários. Saí do palco, entrou o Murta com a Looqbox e, depois, o Bruno com a BroncoBuster.

Depois que todos apresentaram fomos ao backstage para finalmente conhecer os tubarões.  Super simpáticos. Importante: a única parte que foi simulação é que não existiria um investimento, mas todo o nervosismo, questionamentos e debate no palco foram 100% reais. Nada daquilo foi combinado.

Foi animal participar deste evento. A emoção foi real e a oportunidade gigantesca. Tenho muito o que a agradecer para a SAP Brasil (especialmente a Cristina Palmaka que está apoiando pessoalmente esse processo na SAP Brasil) por dar espaço a startups como a Antecipa e a Looqbox.  Vocês são atores importantes nesse processo de inovação e aumento da produtividade no nosso país. Agradecer especialmente ao Franklin Bruno, que fez o convite e foi parceiro junto com o Rodrigo Murad.

Acredito também que o Cubo Itaú e o Flavio Pripas, diretor do projeto, foram essenciais para estarmos naquele palco. Não acredito que startups tivessem a atenção e o espaço que estão tendo nesses eventos sem a exposição e o processo educativo que o Cubo proporcionou nestes dois últimos anos sobre a interação entre grandes corporações e startups. Mais importante do que funding, startups precisam mesmo é de bons clientes.

Agradeço à Natália Picosse e ao Rogério Farah da Sony pelas boas dicas no ensaio durante a noite anterior. Se você não conhece o Shark Tank, assista este vídeo do  Robson Calegon,  um ex-morador de rua que faturava 10 milhões de reais com uma empresa de cosméticos e queria vender 30% da empresa por R$ 5,00. Um dos sharks (no vídeo você descobre quem foi) topou entrar no negócio e eu sempre fiquei curioso com o que aconteceu depois. A Natália matou minha curiosidade dizendo que está indo super bem a parceria.

Finalmente, agradeço também ao Augusto Freitas, que fez comigo essa nova versão da apresentação (três minutos são melhores que cinco) e que menos de 24 horas antes do evento topou mudar tudo novamente, porque concordou que não estava passando a parte mais importante da mensagem da Antecipa.

Ótima experiência. Agora, vamos voltar ao mar, pois enfrentamos tubarões todos os dias.

Categorias:
Geral

Deixe seu
Comentário

Copyright 2017 Antecipa.com | Todos os Direitos Reservados.